Parceiros do Projeto

O CARDIOPATCH é promovido por 9 parceiros de 6 regiões de Espanha, França e Portugal.

De acordo com o espírito multidisciplinar do projeto, o consórcio inclui hospitais, universidades, PMEs e centros de investigação.

Aqui pode encontrar informação sobre todos eles

Constituída em 1998, a Fundação para a Investigação Médica Aplicada (FIMA) é proprietária e responsável pela gestão do Centro de Investigação Médica Aplicada (CIMA). A Fundação tem o seu próprio estatuto legal, é uma organização de investigação sem fins lucrativos com o objetivo social de promover iniciativas que incentivem a investigação clínica e fundamental nas áreas da Saúde e Biomedicina.

A investigação do CIMA é distribuída em diferentes Programas. O projeto CARDIOPATCH enquadra-se no Programa de Medicina Regenerativa. Os objetivos deste programa são atingir a excelência biomédica com ênfase na investigação translacional em benefício do paciente. CIMA é o único centro de investigação privado em Espanha que combina uma sólida ciência biológica básica com capacidades de desenvolvimento pré-clínico de fármacos no contexto dos cuidados clínicos ao paciente. As diversas ações do CIMA estão orientadas para resolver problemas médicos em benefício do paciente e da sociedade.

O Programa de Medicina Regenerativa compreende uma equipa multidisciplinar de bioquímicos, veterinários e investigadores clínicos. O grupo tem uma longa experiência em terapias com células estaminais (derivação de Células Estaminais Mesenquimais e células iPS, crescimento, modificação genética e diferenciação), bioengenharia (preparação de adesivos celulares), implementação de nanoterapias, bem como modelos de doença de pequenos animais.

O CIMA contribuirá para desenvolver o pacote de trabalho 5, a fim de testar in vivo o potencial terapêutico dos diferentes adesivos celulares e/ou funcionalizados e selecionar o melhor para ser aplicado num modelo de enfarte de miocárdio de suínos de grande porte, como passo prévio. O CIMA será também responsável pelo pacote de trabalho transversal 3, facilitando a comunicação entre os grupos e assegurando o bom desenrolar do projeto.

Pessoa de contato:

Dr. Beatriz Pelacho

Email:

bpelacho@unav.es

O projeto CARDIOPATCH é coordenado pela Clínica Universitária de Navarra (CUN), um centro de referência em Espanha em vários procedimentos, incluindo estratégias de Medicina Regenerativa. Pertence à Universidade de Navarra (UNAV), uma universidade privada sem fins lucrativos sediada em Pamplona, Espanha.

A Área de Terapia Celular compreende uma equipa multidisciplinar de investigadores e clínicos. A visão da Área de Terapia Celular é fornecer novos tratamentos de linha de frente através de investigação interdisciplinar sobre mecanismos básicos de doenças e a aplicação de novas abordagens terapêuticas e tecnologia. A experiência da Área de Terapia Celular inclui conhecimentos avançados em células estaminais (derivação de hiPSC, crescimento, edição e diferenciação), NGS (single cell e bulk RNAseq, ATACseq, ChiPseq, etc.), modelos de doenças de pequenos e grandes animais, entre outros.

Para além de liderar o projeto, a CUN irá coordenar dois pacotes de trabalho: pacote de trabalho 1 (plataforma CARDIOPATCH) e pacote de trabalho 3 (promoção de sinergias entre os sectores da saúde e da Impressão 3D e melhoria das actuais estratégias RIS3 na Saúde).

A CUN estará também envolvida no pacote de trabalho 5 sendo responsável pela determinação do potencial terapêutico dos adesivos celularizados e/ou funcionalizados num modelo pré-clínico suíno de enfarte do miocárdio.

Pessoa de contato:

Dr. Felipe Prosper

Email:

fprosper@unav.es

GenIbet Biopharmaceuticals é uma Contract Development Manufacturing Organization (CDMO) que oferece serviços altamente especializados para produção e desenvolvimento de produtos biológicos em condições Boas Práticas de Fabrico (GMP) a grupos de investigação, empresas de biotecnologia e farmacêuticas. A atividade principal da GenIbet é a produção e fornecimento de produtos biológicos e biofármacos para utilização em fase inicial de desenvolvimento de medicamentos, estudos pré-clínicos e produção GMP para ensaios clínicos. A GenIbet tem um portfolio de projetos alargado que inclui a produção de produtos de terapia celular e terapia génica, proteínas Recombinantes, Vacinas, RNA e Produtos Microbianos Vivos. A equipa da GenIbet tem experiência com células de mamíferos, aves e insetos, Bactérias, Leveduras e Vírus e um historial comprovado com A549, CAP, CHO, EB66, HEK293, SF9, MDCK, Vero, E. Coli, Pichia Pastoris, Baculovírus e Adenovírus. A missão da GenIbet é produzir produtos inovadores, seguros e fiáveis para apoiar os clientes internacionais na construção das terapias do futuro. Oferece uma combinação única de cumprimento rigoroso das normas GMP e de resolução de problemas, crucial para o desenvolvimento de produtos em fase inicial, e acreditamos em soluções feitas à medida para cada produto específico. A GenIbet estará envolvida no pacote de trabalho 5, fornecendo orientação e apoio regulamentar para assegurar a conformidade dos protocolos desenvolvidos no âmbito do WP3 para células estaminais e vesículas extracelulares a serem utilizadas como novos produtos terapêuticos com os pedidos regulamentares de fabrico de ATMPs.

Pessoa de contato:

Dr. Raquel Fortunato

Email:

raquel.fortunato@genibet.com

A GUK é uma agência de comunicação especializada no desenvolvimento de estratégias de comunicação e marketing para projetos de ciência, tecnologia e I&D e tem uma vasta experiência na comunicação de projetos internacionais conduzidos por empresas, institutos de investigação, centros tecnológicos e universidades. A GUK colabora atualmente com diferentes projetos europeus incluídos no programa H2020, tais como ROMEO, REZBUILD, BLOCKCHERS, NAIMA, VES4US ou Waste4think. Como parceiro de comunicação do projeto CARDIOPATCH, a empresa será responsável pela estratégia de comunicação e divulgação dos resultados da iniciativa. Para além do seu historial consolidado na comunicação de projetos de I&D, a GUK tem uma vasta experiência no campo das relações públicas, desenvolvimento de conteúdos, gestão de redes sociais e é também pioneira na área de Inbound Marketing, uma disciplina em que é parceira oficial do Hubspot desde 2015.

Pessoa de contato:

Javier Urtasun

Email:

urtasun@guk.es

O Hospital Universitário de Toulouse (CHUT) é um dos dez Hospitais Universitários franceses com um Centro de Investigação Clínica (CIC) em Bioterapia (CIC BT). O CHUT é o patrocinador de vários estudos de terapias celulares e génicas, na sua maioria na área cardiovascular. A proximidade ao Instituto de Doenças Metabólicas e Cardiovasculares (I2MC) levou ao desenvolvimento de vários projetos de investigação que têm sido implementados em ensaios clínicos. Os nossos conhecimentos e posicionamento, na interface da investigação básica e dos serviços clínicos hospitalares, permitem-nos apoiar projetos de investigação translacional, ou seja, estudos pré-clínicos regulamentares realizados em modelos animais seguindo as Boas Práticas Laboratoriais (BPL), a conceção de estudos clínicos, a procura de financiamento regional, nacional e europeu, bem como medidas regulamentares para obter aprovações regulamentares para a realização de ensaios clínicos. Participamos no WP2 em tarefas de construção, validação e produção de vetores lenti- que codificam uma combinação de fatores angiogénicos e cardioprotetores, a fim de modificar geneticamente células estaminais mesenquimatosas derivadas de tecidos adiposos (ADSCs). Estas células serão caracterizadas in vitro quanto ao seu potencial terapêutico e depois direcionadas para outros membros da rede CARDIOPATCH para produção em larga escala e desenvolvimento de um tratamento 3D para a isquemia cardíaca. Este WP será conduzido com a equipa SUSINI/PRATS da I2MC, o nosso parceiro académico histórico reconhecido no ramo. Participaremos também nos WPs 5, 6 e 7 com o objetivo de desenvolver estes produtos derivados da investigação para uso clínico, estudos pré-clínicos com vista a conceber estudos clínicos em humanos, mas também para refletir sobre o posicionamento e desenvolvimento destes produtos até ao seu registo pelas autoridades competentes.

Pessoa de contato:

Pr. Jerome Roncalli

Email:

roncalli.j@chu-toulouse.fr

O Instituto de Investigação do Hospital de la Santa Creu i Sant Pau (HSCSP-IR) foi fundado a 4 de junho de 1992 como uma fundação científica privada. A sua missão é promover a investigação básica, clínica, epidemiológica e sanitária nos setores das Ciências da Saúde e Biomedicina, com o objetivo último de melhorar a saúde da população. A 10 de dezembro de 2003, o Governo Autónomo da Catalunha aprovou a filiação do HSCSP-IR como Instituto de Investigação Universitária ligado à Universidade Autónoma de Barcelona (UAB). No projeto CARDIOPATCH, o Instituto de Investigação do Hospital de la Santa Creu i Sant Pau (HSCSP-IR) irá avaliar comparativamente o efeito terapêutico das diferentes combinações de adesivos criados (funcionalizados ou não e com os diferentes tipos de células estaminais derivadas do tecido adiposo (ADSC) pré-condicionados e células derivadas do coração) e os seus mecanismos de ação, a fim de escolher o(s) com maior(es) benefício(s) para o coração. Este trabalho será desenvolvido em quatro linhas principais de investigação no âmbito do pacote de trabalho 5: Em primeiro lugar, comparação in vitro da bioatividade dos diferentes adesivos celulares. Em segundo lugar, determinação do seu impacto positivo num modelo crónico de enfarte de miocárdio em ratos para selecionar o melhor adesivo. Em terceiro lugar, melhoria da funcionalidade do adesivo e dos mecanismos de ação celular após a implantação do adesivo num modelo de suíno com dislipidemia sujeito a enfarte de miocárdio e, finalmente, preparação das publicações.

Pessoa de contato:

Dr. Lina Badimon Maestro
Dr. Gemma Vilahur Garcia

Email:

LBadimon@santpau.cat
GVilahur@santpau.cat

O Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET) é uma instituição privada sem fins lucrativos com mais de 30 anos de experiência no desenvolvimento de soluções biofarmacêuticas inovadoras. As suas principais áreas de especialização incluem o bioprocessamento e a caracterização de Medicamentos de Terapia Avançada (ATMPs) tais como células estaminais e vetores virais para terapia celular e terapia génica. O iBET é uma instituição líder no desenvolvimento de modelos celulares avançados para investigação pré-clínica e medicina regenerativa. A investigação do iBET no desenvolvimento de sistemas de cultura 3D estende-se por mais de 20 anos, incluindo modelos de fígado, sistema nervoso central, cancro e tecido cardíaco. A equipa do iBET explora novas estratégias de cultura celular para recriar as condições adequadas ao crescimento e/ou diferenciação/maturação de células estaminais pluripotentes e adultas de origem humana. Estas atividades contam com o apoio e experiência do iBET na integração de abordagens ómicas tais como proteómica, transcriptómica, metabolómica e fluxómica, baseada em espectrometria de massa e ferramentas analíticas avançadas e complementares à otimização de bioprocessos e caracterização de produtos. O papel do iBET no projeto CARDIOPATCH é a produção e caracterização de células clinicamente relevantes (ADSC e hiPSC-CM) e seus derivados (por exemplo, EV/Exossomas) para o desenvolvimento dos adesivos cardíacos, e a coordenação de atividades relacionadas com a "Produção de diferentes modelos de adesivos" (pacote de trabalho 4) cuja segurança e eficácia serão subsequentemente avaliadas em modelos animais.

Pessoa de contato:

Dr. Paula Alves
Dr. Margarida Serra

Email:

marques@ibet.pt
mserra@ibet.pt

O Instituto de Biomoléculas Max Mousseron (IBMM) é parceiro do projeto CARDIOPATCH. O IBMM é um instituto de investigação de renome internacional com atividades de investigação em biomoléculas e biopolímeros essenciais. O IBMM está associado à Universidade de Montpellier (UM), ao Centro Nacional Francês de Investigação Científica (CNRS) e à "Ecole Nationale Supérieure de Chimie de Montpellier" (ENSCM). O Departamento de Polímeros para a Saúde e Biomateriais (PHBM) da IBMM é um grupo de investigação multidisciplinar dedicado aos polímeros com aplicações biomédicas. O grupo concebe, sintetiza, caracteriza e processa polímeros para aplicações terapêuticas. O grupo PHBM é reconhecido mundialmente pela sua especialização em polímeros degradáveis e biomateriais poliméricos para aplicações em saúde com quatro tópicos principais: Biomateriais Poliméricos Avançados, Polímeros para Engenharia de Tecidos e Dispositivos Médicos, Polímeros para Administração de Medicamentos e Polímeros para Diagnóstico. O grupo PHBM está associado a todos os pacotes de trabalho transversais do projeto e, a nível científico, está envolvido no pacote de trabalho 4 (Produção dos diferentes adesivos) com o objetivo principal de propor adesivos funcionalizados.

Pessoa de contato:

Dr. Coline Pinese
Dr. Benjamin Nottelet

Email:

coline.pinese@umontpellier.fr
benjamin.nottelet@umontpellier.fr

Leartiker S.Coop é um Centro Tecnológico sectorial pertencente à RVCTI (Red Vasca de Ciencia, Tecnologia e Innovación) localizado em Markina-Xemein especializado em Tecnologia Alimentar e Tecnologia de Polímeros, com mais de 10 anos de colaboração com empresas do sector da Saúde, Hospitais e do Serviço Basco de Saúde. Leartiker tem duas especializações principais: TRANSPORTE SUSTENTÁVEL, que se concentra no desenvolvimento integral de estruturas poliméricas fiáveis, leves e silenciosas, e SAÚDE, centrada no desenvolvimento de estruturas poliméricas em POC, Engenharia de Tecidos e dispositivos médicos. Leartiker HEALTH posiciona-se como um agente especializado em materiais e processos associados às áreas de diagnóstico rápido, medicina regenerativa e conceção e desenvolvimento de dispositivos médicos, partilhando o seu conhecimento científico a hospitais e empresas do sector da Saúde, colaborando com elas para gerar conhecimento e novos produtos que dinamizem o sector da saúde. No projeto CARDIOPATCH, Leartiker irá contribuir principalmente no desenvolvimento do sistema 3D para a cultura e transporte do adesivo (WP6), bem como no desenvolvimento de um dispositivo móvel para a implantação do adesivo (WP7). Para além de ser líder destes dois pacotes de trabalho, Leartiker também liderará o WP2, responsável pela sustentabilidade da rede e a exploração dos seus produtos.

Pessoa de contato:

Dr. Jon Anakabe

Email:

janakabe@leartiker.com